Quem sou eu

Minha foto
O grupo Mulheres 4 Estações,nasceu do encontro de ideias de 3 mulheres, ao perceberem em si o quanto é prazeroso e enriquecedor a troca de vivencias, já que tantas vezes nos reconhecemos no pensamento e sentimento alheio. Então veio o desejo de compartilhar essa experiencia com outras mulheres..... e assim como a natureza se reveste das estações para se revelar aos nossos olhos,nós nos revestimos do falar e ouvir, para nos revelar a nós mesmas.........

domingo, 1 de setembro de 2019

INTEIRAMENTE

Não, eu não quero uma vida em preto e branco. Eu quero uma vida repleta de cores, amores, sorrisos.
Quero colher ternuras nos meus dias, com a simplicidade de alguém que recolhe a roupa do varal num dia de sol.
Quero ser capaz de regar a minha vida - a sua e de tantos outros - com muito amor.
A vida é muito curta para ser deixada em segundo plano, ao acaso.
Por mais que algumas noites sejam longas e escuras, não quero nunca deixar de acreditar que o sol nasce pela manhã, trazendo luz e novas oportunidades.
Quero chão sob meus pés, quero o vento despenteando meus  cabelos e soprando na minha cara lavada.
Quero a vida pulsando, não apenas no meu peito em ritmo de tic-tac. Quero que ela pulse na minha alma - nas minhas emoções, na minha voz, nas minhas mãos - como o som que sai do tambor - forte, cadenciado, vibrante.
Ando cansada do marasmo de sentir pequeno, de calar o que penso e sinto, de fazer a santa.
Quero o eco para a poesia que grita por meus sentidos.
A efervescência para os sonhos que acalento.
Quero a vida! Transbordando de mim, para mim.
Porque ninguém merece viver pela metade.

(Sônia A.)

(Foto de Euclides)



18 comentários:

  1. Boa noite de Domingo, querida amiga Sonia!
    "Quero o eco para a poesia que grita por meus sentidos."

    Eu também quero, pois a vida com poesia fica muito mais leve e efervescente, além de um colorido perfeito.
    Lindo seu post!
    Tenha um mês de Setembro feliz e abençoado da maneira como deseja!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Lindo! Espero que esteja renascendo internamente como o texto sugere.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  3. "Quero a vida! Transbordando de mim, para mim. Porque ninguém merece viver pela metade." Muito belo o texto e com uma enorme vontade de desafiar e viver os instantes um a um.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga,
    li seu texto lindo, e senti toda sua emoção ao escrever.
    Senti, como se você gritasse os seu desejo ao vento,e esperasse sua resposta.
    Viva tudo que você quiser e puder.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. A vida para viver intensamente... Gritar bem alto para que todos escutem...
    Gostei muito...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderExcluir
  6. Sônia , um texto belíssimo revelando toda sua sensibilidade e com a esperança que nunca nos deve faltar . Agradeço a partilha e sua visita ao meu espaço . Beijos

    ResponderExcluir
  7. São belos estes quereres, que fazem da vida uma continua busca de bem estar em sintonia como o mundo e ter momentos felizes, ainda que o dia amanheça turvo, pois pode-se encantar com um lindo pôr do sol.
    Muito bonita inspiração.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Olá!!
    Belo texto. Obrigada por me visitar.
    Teu espaço é muito legal.
    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Como é belo este teu texto, Sonia! Devemos ser inteiros, e não pessoas pela metade em todas as situações do nosso dia a dia. Nem sempre é fácil, porque a vida tantas vezes nos " atraiçoa ", trazendo-nos problemas que não imaginavamos ter, mas, quem nos dia que tudo seria calma, serenidade e sempre sol? Sempre soubemos que há chuva, trovões e verdadeiros dilúvio, mas também fomos aprendendo que depois vem sempre uma bonança que nos faz de novo sorrir e continuar a caminhada de cabeça erguida e com o coração cheio de esperança. Com o passar do tempo começamos a ter consciência de que a vida é curta e, por isso deve ser vivida com intensidade, não desperdiçando um minutinho sequer de cada dia; devemos deixar o " politicamente correcto" de lado e fazer aquilo que mais nos agrada, dizendo o que pensamos, sem medos, mas, claro, tendo sempre em mente que à nossa volta há o outro que temos de respeitar, ouvir, ajudar dentro das nossas possibilidades. Somos parte de um todo e, se não respeitarmos esse todo, não conseguiremos a serenidade necessária para a nossa alma. Querida Amiga, demorei a chegar, mas aqui estou deliciando-me com um belo texto que nos leva a fazer uma profunda reflexao sobre o modo como estamos a viver os dias que nos têm sido dados. Muito obrigada, Sónia e que consigas fazer com que os teus dias sejam repletos de serenidade e de saúde. Um beijinho e um bom fim de semana
    Emilia

    ResponderExcluir
  10. Intenso, belo, um texto onde pões a alma por inteiro.
    Que realizes todos os teus desejos e vivas a vida em plenitude, pois só assim ela tem sentido!
    E acredita, foi um prazer ler-te!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Corrigindo...mas quem nos disse..
    dilúvios...refexâo

    bjos
    Emília

    ResponderExcluir
  12. Lindo! Também quero mais cores na vida!

    ResponderExcluir
  13. Gostei de ler. A vida colorida tem outro encanto.
    Abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  14. Saio sempre daqui com o coração cheio de ternura, bjns

    ResponderExcluir
  15. Oi, Sónia!

    Tão lindo e inspirador teu texto!

    De facto, o sol nasce todos os dias pra todo o mundo e o que hoje está menos bem, amanhã estará melhor. Pratiquemos o amor, como tu falas!

    Beijos e bom domingo!

    ResponderExcluir
  16. Olá, Sônia, tão belo teu texto! Na medida em que fui descendo a leitura, fui vendo, também, como desperdiçamos a vida com besteiras; como colocamos fora os anos que nos restam. Teu texto é uma reflexão muito séria, muito consciente. Gostei muito. Aplausos!
    Uma boa semana pra você.
    Beijo.

    ResponderExcluir