Quem sou eu

Minha foto
O grupo Mulheres 4 Estações,nasceu do encontro de ideias de 3 mulheres, ao perceberem em si o quanto é prazeroso e enriquecedor a troca de vivencias, já que tantas vezes nos reconhecemos no pensamento e sentimento alheio. Então veio o desejo de compartilhar essa experiencia com outras mulheres..... e assim como a natureza se reveste das estações para se revelar aos nossos olhos,nós nos revestimos do falar e ouvir, para nos revelar a nós mesmas.........

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

DESAPOSENTAR

Ele chegou à praça com uma marreta. Endireitou a estaca de uma muda de árvore e firmou batendo com a marreta.
Amarrou a muda na estaca e se afastou como pra olhar uma obra de arte.
Não resisti a puxar conversa:
- O senhor é da prefeitura?
- Não, sou da Alice, faz quarenta e dois anos. Minha mulher.
- Ah... O senhor quem plantou essa muda?
-Não, foi a prefeitura.
Uma árvore velha caiu, plantaram essa nova de qualquer jeito, mas eu adubei, botei essa estaca aí.
Olha que beleza, já está toda enfolhada. De tardezinha eu venho regar.
- Então o senhor gosta de plantas.
- De plantas, de bicho, até de gente eu gosto, filho.
- Obrigado pela parte que me cabe...
Ele sorriu, tirou um tesourão da cinta e começou a podar um arbusto.
- O senhor é aposentado?
- Não, sou desaposentado.
Foi podando e explicando:
- Quando me aposentei, já tinha visto muito colega aposentar e murchar, que nem árvore que você poda e rega com ácido de bateria...
Sabia que tem comerciante que rega árvore com ácido de bateria pra matar, pra árvore não encobrir a fachada da loja?
É... aí fica com a loja torrando no sol!
Picotou os galhos podados, formando um tapete de folhas em redor do arbusto.
- É bom pra terra... tudo que sai da terra deve voltar pra terra...
Mas então, eu já tinha visto muito colega aposentar e murchar.
Botando bermuda e chinelo e ficando em casa diante da televisão.
Bundando e engordando...
Até que acabaram com derrame ou infarto, de não fazer nada e ainda viver falando de doença.
Cortou umas flores, fez um ramalhete:
- Pra minha menina. A Alice. Ela é um ano mais velha que eu, mas fica uma menina quando levo flor.
Ela também é desaposentada.
Ajuda na escola da nossa neta, ensinando a merendeira a fazer doce com pouco açúcar e salgados com os restos dos legumes que antes eram jogados fora. E ajuda na creche também, no hospital.
Ihh... A Alice vive ajudando todo mundo, por isso não precisa de ajuda, nem tem tempo de pensar em doença.
Amarrou o ramalhete com um ramo de grama, depositou com cuidado sobre um banco.
- Pra aguar as mudas eu tenho que trazer o balde com água lá de casa.
Fui à prefeitura pedir pra botarem uma torneira aqui.
Disseram que não, senão o povo ia beber água e deixar vazando.
Falei pra botarem uma torneira com grade e cadeado que eu cuidaria.
Falaram que não.
Eu teria que ficar com o cadeado e então ia ser uma torneira pública com controle particular, e não pode.
Sorriu, olhando a praça.
Aí falei: então posso cuidar da praça, mas não posso cuidar de uma torneira?
Perguntaram, veja só, perguntaram se tenho autorização pra cuidar da praça!
Nem falei mais nada. Vim embora antes que me proibissem de cuidar da praça...
Ou antes que me fizessem preencher formulários em três vias com taxa e firma reconhecida, pra fazer o que faço aqui desde que desaposentei...
Ta vendo aquele pinheiro fêmea ali?
A Alice que plantou.
Só tinha o pinheiro macho. Agora o macho vai polinizar a fêmea e ela vai dar pinhões.
- Eu nem sabia que existe pinheiro macho e pinheiro fêmea.
- Eu também não sabia, filho.
Ihh... aprendi tanta coisa cuidando dessa praça!
Hoje conheço os cantos dos passarinhos, as épocas de floração de cada planta, e vejo a passagem das estações como se fosse um filme!
- Mas ela vai demorar pra dar pinhões, hein? - falei, olhando a pinheirinha ainda da nossa altura.
Ele respondeu que não tinha pressa.
- Nossa neta é criança e eu já falei pra ela que é ela quem vai colher os pinhões.
Sem a prefeitura saber... e a Alice falou que, de cada pinha que ela colher, deve plantar pelo menos um pinhão em algum lugar.
Assim, no fim da vida, ela vai ter plantado um pinheiral espalhado por aí.
Sem a prefeitura saber, é claro, senão podem criar um imposto pra quem planta árvores...
- É admirável ver alguém com tanta idade e tanta esperança!
Ele riu:
- Se é admirável eu não sei, filho, sei que é gostoso.
E agora, com licença, que eu preciso pegar a Alice pra gente caminhar.
Vida de desaposentado é assim: o dinheiro é curto, mas o dia pode ser comprido, se a gente não perder tempo!
(Domingos Pellegrini)

                                     (Imagem Google)

34 comentários:

  1. Linda lição de vida e para a vida! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Sônia.
    Que história linda e uma bela lição de vida. Não podemos ter uma vida ociosa. Se ocupar em algo produtivo é bom demais. Um lindo mês de setembro. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Sônia.
    Que história linda e uma bela lição de vida. Não podemos ter uma vida ociosa. Se ocupar em algo produtivo é bom demais. Um lindo mês de setembro. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Sô Amada... puxa que delícia de texto... adorei, me alegrou muito... ainda mais com um dia de sol tão lindo que está fazendo hoje. Gratidão por dividir seu universo conosco. Namaskar... Rê ;)

    ResponderExcluir
  5. Adorei
    Bem engraçado
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  6. Que texto tão bonito. E que lição nos transmite.!
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Uma bela lição...
    Bom começo de setembro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Uma bela lição...
    Bom começo de setembro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Que delicia de texto! Sabedoria pura! Ocupar o tempo cuidando da natureza é uma bênção!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  10. Tem pessoas que a idade cronologica nao eh a mesma do espirito...nao envelhecem...tiram da vida o melhor...texto otimo para quem envelheceu o espirito...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  11. Tem pessoas que a idade cronologica nao eh a mesma do espirito...nao envelhecem...tiram da vida o melhor...texto otimo para quem envelheceu o espirito...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  12. OI SÔNIA!
    UMA PRECIOSIDADE DE TEXTO, TOMARA QUE TENHA MUITAS PESSOAS DESAPOSENTANDO PORQUE A VIDA EXIGE MOVIMENTO, INCLUSIVE DE NÓS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Este texto está fabuloso!
    Parabéns pela escolha...bj

    ResponderExcluir
  14. Este texto está fabuloso!
    Parabéns pela escolha...bj

    ResponderExcluir
  15. MARAVILHOSO TEXTO ! TAMBÉM ESTOU DESAPOSENTADA E POSSO DIZER QUE É MUITO BOM !

    ResponderExcluir
  16. Que texto lindo revelador de um imensa sabedoria.
    Um beijinho, Sônia

    ResponderExcluir
  17. Sônia , o texto é belíssimo . É perfeita a descrição do que é reverenciar à vida . Obrigada pela partilha . Beijos e boa semana .
    Q

    ResponderExcluir
  18. Um texto atilado e uma lição pra aprender.
    Uma ótima semana, e um excelente mês de setembro.
    Um beijo e um sorriso!
    Blog da Smareis

    ResponderExcluir
  19. Para guardar e ser lido sempre, bjbj Lisette.

    ResponderExcluir
  20. Olá, passando para te desejar uma ótima semana, lindo texto!
    bjs

    ResponderExcluir
  21. Olá, passando para te desejar uma ótima semana, lindo texto!
    bjs

    ResponderExcluir
  22. Fantástico! Há pessoas assim que não se deixam vencer pelo tempo que passa e são sempre úteis... Gostei imenso. É uma lição de vida.
    Uma boa semana.
    Beijos.
    Uma boa semana.

    ResponderExcluir
  23. Que lindo! E tão cheio de verdade!
    As pessoas morrem quando deixam de progredir e progredir é ser útil, espalhar bondade, sonhos...
    Quanto à prefeitura, bom... a burocracia é algo que vem para complicar, então, bem faz o herói de plantar e cuidar às "escondidas".
    Lindo texto, obrigada!
    Abração esmagador e feliz dia.

    ResponderExcluir
  24. Que lindo texto e que seres iluminados estes! Pena que não seja aproveitada a boa vontade das pessoas e a burocracia as impeça de fazer um trabalho ainda melhor. Com um pouco de incentivo por parte das prefeituras com certeza muitos outros aposentados passariam a desaposentados; as vezes precisam só de um " empurrāozinho" . Adorei o texto e , digo, vai fazer bem a muita gente; a mim deu-me " um abanão" . Um beijinho, amigas e um bom fim de semana
    Emilia

    ResponderExcluir
  25. Que belo texto, sentir e aprender
    com a sabedoria da vida!...
    Grata pela partilha.
    Abraço de paz!

    Ps: Grata pelo seu carinhoso e
    belo comentário na prosa dedicada
    a minha mãe, as mães são eternas no
    vínculo do amor...
    mãe

    ResponderExcluir
  26. Que linda história, meus pais vivem na frene da tv depois que se aposentaram, mas não dá para falar nada pois são muito orgulhosos para verem que a filha tem razão.
    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Há situações, que é melhor a gente não falar muito, como foi o caso do desaposentado, lá na prefeitura. Ele usou de sabedoria, de silêncio e ações.
    Uma linda história, um exemplo, uma leitura que me envolveu. E assim, a caminhada continua, a vida continua.
    Belo, Sônia e diferente.
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  28. Oi Sônia por aqui hoje é feriado... então passando para mais uma visita e continuação de boa semana.
    janicce.

    ResponderExcluir
  29. Oi Sônia por aqui hoje é feriado... então passando para mais uma visita e continuação de boa semana.
    janicce.

    ResponderExcluir
  30. Oi Sônia por aqui hoje é feriado... então passando para mais uma visita e continuação de boa semana.
    janicce.

    ResponderExcluir
  31. Adorei esta história, muito mas mesmo muito inspiradora.
    O meu pai já se aposentou há uns anos e vive em frente da televisão. Eu bem lhe digo para ele se mexer e fazer alguma coisa interessante, mas filha não manda... Mas por aqui acontece muito. O meu sogro é igual.
    Eu quando chegar à idade deles quero ser bem activa, espero ainda correr e quero continuar a ter horta.
    A inactividade mata-nos mais rápido.
    Beijinhos, adorei o texto!

    ResponderExcluir
  32. Boa noite Sônia!
    Passando pra desejar uma boa semana,
    Beijos!
    Tem atualização por lá.

    ResponderExcluir
  33. Que texto delicioso... nos oferecendo tanto, sobre o que reflectir... em verdades tão simples e abrangentes...
    Adorei!!!
    Beijinho
    Ana

    ResponderExcluir