Quem sou eu

Minha foto
O grupo Mulheres 4 Estações,nasceu do encontro de ideias de 3 mulheres, ao perceberem em si o quanto é prazeroso e enriquecedor a troca de vivencias, já que tantas vezes nos reconhecemos no pensamento e sentimento alheio. Então veio o desejo de compartilhar essa experiencia com outras mulheres..... e assim como a natureza se reveste das estações para se revelar aos nossos olhos,nós nos revestimos do falar e ouvir, para nos revelar a nós mesmas.........

quinta-feira, 21 de julho de 2016

SERENAR

“Quando não há nada mais a ser dito, silencia.
Quando não há mais nada a ser feito, permitas apenas ser, apenas estar e fica na companhia do teu coração e este indicará o momento apropriado para agires.
Quando a lentidão dos dias acomodar tua vontade, enlaçando-te com os nós da intranquilidade, descansa e refaz tua energia.
Não há pressa, a prioridade é que tu encontres novamente a tua essência para que tenhas presente em ti a alegria de ser e estar.
Quando o vazio instalar-se em teu peito, dando-te a sensação de angústia e esgotamento, repara tua atenção e encontra em ti mesmo a compreensão para este estado.
É necessário descobrirmo-nos em tais estados, para que estes não se transformem no desconhecido, no incontrolável.
Tudo pode ser mudado, existe sempre uma nova escolha para qualquer opção errada que tenhas feito.
Quando ouvires do teu coração que não há nenhuma necessidade em te preocupares com a vida, saibas que ele apenas quer que compreendas que nada é tão sério a ponto de te perderes para sempre da tua divindade, ficando condenado a não ver mais a luz que é tua por natureza.
Não te preocupes, se estiveres atento a ti mesmo verás que a sabedoria milenar está contigo, conduzindo-te momento a momento àquilo que realmente necessitas viver.
Confia e vai em teu caminho de paz.
Nada é mais gratificante que ver alguém submergindo da escuridão apenas por haver acreditado na existência da luz.
Ela sempre esteve presente.
Era só abrir os olhos…”

(Mensagem atribuída à Francisco de Assis)
                      (Foto de Andrea Giovanna)

domingo, 10 de julho de 2016

MANJERICÃO

"O perfume do manjericão é bom para o coração... afasta o sofrimento que vem da melancolia e deixa o homem  feliz e alegre." ( John Gerard )

Ervas são usadas por várias pessoas na cozinha, para dar ou realçar o sabor de determinado prato.
E quem nunca tomou um chá de ervas para um mal estar físico ou para ajudar a relaxar?
Eu, gosto de usa-las para equilibrar a energia pessoal e do ambiente onde vivo, seja através do seu aroma, da infusão para chá ou banho, pois acredito, ajudam a transmutar a energia e limpar a aura.
Por esse motivo já dei de presente para algumas amigas, vasos de alecrim, hortelã, sálvia, manjericão, dependendo do momento de cada uma, sempre acompanhado de uma poesia.
As pessoas estão acostumadas a serem presenteadas com flores, mas ervas as surpreendem.
O manjericão é o meu preferido, ajuda a diminuir a tristeza e melancolia, quando estou me sentindo sobrecarregada, faço uma escalda-pés com aguá morna e algumas folhinhas, sempre me deixa mais leve, ajuda também a tirar a agressividade.
Por isso, para você que está passando por aqui hoje, deixo um ramo de manjericão, uma poesia e o desejo que saia daqui, mais leve e feliz. 
(Sônia A.)

"Doçura é a mestria dos sentidos.
Olhos que veem no fundo das coisas, ouvidos que escutam o coração das coisas, voz que expressa a essência das coisas. 
Doçura é o resultado de uma longa jornada interior ao âmago da vida e a habilidade de lá descansar e assistir.
O que é realmente doce nunca pode ser vitima do tempo, porque doçura é a qualidade da pessoa, cuja vida, tocou a eternidade."
(Brahma Kumaris)

                                    (imagem google)