Quem sou eu

Minha foto
O grupo Mulheres 4 Estações,nasceu do encontro de ideias de 3 mulheres, ao perceberem em si o quanto é prazeroso e enriquecedor a troca de vivencias, já que tantas vezes nos reconhecemos no pensamento e sentimento alheio. Então veio o desejo de compartilhar essa experiencia com outras mulheres..... e assim como a natureza se reveste das estações para se revelar aos nossos olhos,nós nos revestimos do falar e ouvir, para nos revelar a nós mesmas.........

sábado, 4 de junho de 2016

INCOMPLETA

Como uma borboleta ela anseia pelo voo.
Mas tem uma das asas presa ao seu casulo, guarida segura dos seus instantes de metamorfose.
Sair, significa experimentar novos ares, conquistar novos espaços, reconstruir novas oportunidades.
E pra isso é preciso coragem, coisa que ela não sabe mais se possui.
Enquanto isso, fica na soleira sentindo o  frescor da brisa, o perfume das flores trazidas pelo vento, o calor morno do sol da manhã.
Mas sua alma, fonte da vida, deseja mesmo é um banho de mar, inebriar-se do perfume de um campo de lavandas, inundar-se de luz e voltar a amar.
É, mas amar implica em acordar emoções e sentimentos adormecidos.
E ela sabe que às vezes, quando ninguém a vê, suas feridas ainda sangram.
Por isso ela se retrai, continua arriscando voos curtos e acha que é feliz assim.
Incompleta de si mesma.

( Sônia A.)


                                ( imagem google )

22 comentários:

  1. Linda, profunda e tão tocante poesia!Adorei! Ótimo domingo, beijos, chica

    ResponderExcluir
  2. "Incompleta de si mesma". Lindíssimo texto!Também adiamos tantas coisas que nos fariam mais completos. Por medo, por insegurança.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Sonia, que texto tocante...
    A vida requer mesmo é coragem, como dizia Guimarães Rosa, desejo que ela alcance os mais altos vôos...
    Bjs
    P.S.: Não estou recebendo os feeds do seu blog, quando chego aqui vejo que perdi muita coisa...

    ResponderExcluir
  4. Um belíssimo texto e eu adoro borboletas...e voar!!! Bj

    ResponderExcluir
  5. Olá boa tarde,quantas oportunidades perdemos por medo insegurança,e ficamos incompleta
    Obrigada pela visita lá no meu cantinho,pode fazer a torta fica maravilha bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  6. Olá boa tarde,quantas oportunidades perdemos por medo insegurança,e ficamos incompleta
    Obrigada pela visita lá no meu cantinho,pode fazer a torta fica maravilha bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  7. Belíssima esta sua prosa
    poética, Sônia!
    Existe na incompletude a possibilidade
    de espaços para voos e isso é
    tão importante e tão único, pois
    é essencial para o voo a entrega
    e no tempo interior certo, o tempo
    exterior pode esperar.
    Grata pela sua atenciosa
    presença no meu espaço.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Lindo esse contraste entre suavidade e força.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Texto e imagem muito bons!
    É preciso coragem para voar livremente... Precisamos também da âncora para ter firmeza nas nossas convicções...
    O meu abraço e obrigada novamente pela visita.

    ResponderExcluir
  10. Olá Sonia,

    O texto é muito lindo.
    Não é fácil voar quando o receio e a insegurança acorrentam nossas asas. Sabemos que somente com coragem poderemos explorar novos horizontes e viver experiências fascinantes (ou não). Certo é que ninguém é feliz sentindo-se incompleta.

    Obrigada pela atenção e carinho.

    Ainda estou "em estado de recolhimento" e pensando se retorno ou não à blogosfera.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. E quem sabe aos pouquinhos, ela consiga voar mais alto e mais longe... readquirindo a confiança perdida... ou ainda não encontrada...
    O que importa é continuar a voar... e um dia... quem sabe tenha coragem, e realmente vontade de arriscar...
    Um texto muito bonito... e que facilmente se pode identificar com todos nós... todos temos medos... também de correr riscos... e por vezes temos consciência de que talvez pudéssemos voar mais alto... se estivermos na disposição de arriscar...
    Gostei imenso do texto!
    Beijinhos! Boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  12. todos temos um lado incompleto... mas temos de aprender a sair da nossa zona de conforto entrentar o mundo la fora

    ResponderExcluir
  13. Quantos sentimentos velados nessas palavras... No fundo, compreendemos tudo muito bem.
    Lindo, Sonia!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. A segurança do casulo é uma analogia muito oportuna que, por vezes, nos faz ficar na zona de conforto.
    Mas, para ver o mar e até para amar, é preciso ousar, arriscar, enfrentar o medo.
    Tudo muito bem construído dando forma a uma poesia, Sônia. E que nos faz refletir sobre as nossas escolhas.
    Um beijinho e ótima semana.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia!
    Acho que todos temos medo da mudança.
    Voar em direção ao desconhecido mistura força, fé, persistência, coragem... é difícil reunir tudo isso principalmente com o passar dos anos que nos acostumamos com o "casulo".
    Bela reflexão e a imagem... nossa... achei incrível!!!
    Parabéns pelo post.

    Abraços esmagadores e feliz dia.

    ResponderExcluir
  16. Umas metáforas tão bem escolhidas ;)
    É preciso um pouco mais de coragem, apesar do medo, arriscar e abrir as duas asas. Por vezes, basta uns escassos segundos de coragem... e tudo muda para melhor. O vôo poderá resultar em lindas descobertas. Se não arriscar, não haverá como saber.
    bjn amg

    ResponderExcluir
  17. Boa noite, querida!
    Feridas que sangram encobertas pela esperança de cura e libertação...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  18. Boa noite, querida!
    Feridas que sangram encobertas pela esperança de cura e libertação...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  19. Boa noite, querida!
    Feridas que sangram encobertas pela esperança de cura e libertação...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  20. É preciso abrir as asas para a liberdade, alçar voos, arriscar-se, lançar com fé e esperança pois a felicidade de amar só acontece quando mergulhamos profundamente neste doce sentimento que traz dores e também delícias. Lindas metáforas compõe o seu belo texto
    Um domingo abençoado e feliz
    Beijos com meu carinho

    ResponderExcluir
  21. Te dejo mi blog de poesia por si quieres criticar gracias.
    Me gusta mucho el tuyo.
    http://anna-historias.blogspot.com.es

    ResponderExcluir