Quem sou eu

Minha foto
O grupo Mulheres 4 Estações,nasceu do encontro de ideias de 3 mulheres, ao perceberem em si o quanto é prazeroso e enriquecedor a troca de vivencias, já que tantas vezes nos reconhecemos no pensamento e sentimento alheio. Então veio o desejo de compartilhar essa experiencia com outras mulheres..... e assim como a natureza se reveste das estações para se revelar aos nossos olhos,nós nos revestimos do falar e ouvir, para nos revelar a nós mesmas.........

sábado, 21 de maio de 2016

QUEM SOU EU?

Nosso terceiro encontro começou de forma descontraída. Usamos uma dinâmica que consiste em uma
por vez, abrir uma caixinha e dizer algo de positivo e negativo em relação a imagem que encontravam lá dentro, sem contudo dar pista de quem era.
Ao abrir a caixa imaginando quem seria, encontram um pequeno espelho e sua própria imagem refletida nele.
Foi interessante ver o ar de surpresa no rosto de algumas delas.
Através das nossas conversas pudemos perceber que falar de si mesmo nem sempre é tarefa fácil, que a auto análise deve ser um processo continuo, já que somos seres em constante transformação.
Embora tenha sido um encontro leve, não deixou de nos proporcionar uma rica troca de experiencias.
Abaixo, compartilhamos o poema que nos ajudou perceber, que sempre podemos nos olhar com mais amorosidade e compreensão.

ESPELHO

Espelho, espelho meu:
diga a verdade,
quem sou eu?
Se às vezes me estilhaço,
se às vezes viro mil,
se quero mudar o mundo,
se quero mudar o rosto,
Se tenho sempre na boca
um gosto de água e de céu,
se às vezes sou tão só
quando me viro do avesso,
Se às vezes anoiteço
em plena luz do sol
Ou então amanheço
Com vontade de voar,
espelho, espelho meu:
diga a verdade,
quem sou eu?
(Roseana Murray)

                              ( Fonte da imagem: Google)





23 comentários:

  1. Uma troca de experiências que vos enriqueceu!
    Bj amigo

    ResponderExcluir
  2. Uma troca de experiências que vos enriqueceu!
    Bj amigo

    ResponderExcluir
  3. "a auto análise deve ser um processo continuo, já que somos seres em constante transformação." Concordo. E gostei do poema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do poema!
    Vim lhe desejar uma ótima semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  5. "quem sou?" - não é o espelho que nos diz, há algo mais para lá do visível ,)

    bj amg

    ResponderExcluir
  6. Olá Sonia
    É uma ótima interação, sempre temos que nos julgar e perceber nossos erros para tentar evoluir.
    beijinhos

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Sônia, eu voei para junto de vocês, abrindo a caixa e me vendo no espelho ahaha. Realmente, no primeiro momento, uma surpresa! Fiquei caladinha ahaha. Mas o exercício é excelente, eu gostei. Por vezes, esquecemos do que pretendemos melhorar ou confirmar, sobre defeitos e virtudes. Portanto, estes exercícios são ferramentes que ajudam a que continuemos no caminho da transformação, já que "a auto análise deve ser um processo continuo".
    Excelente Sônia, boa tarde, beijinho.

    ResponderExcluir
  8. Quem sou eu? Quem está no espelho e para além dele...Interessante...
    Gostei muito.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderExcluir
  9. Sabes amiga, tenho umq grande fwcilidade em falar de mim mesma e dos meus problemas, mas às vezes volto para casa e penso que não de
    vo ser " um livro tão aberto" . Mesmo com pessoas



    que





    considero " AMIGAS" fico eu conversando sobre
    mim, sobre meus filhos e da parte
    delas, " nada:

    " Sou um livro aberto, mas, com o passar do tempo tenho aprendido a "ocultar uma ou
    outra página" porque achei que nem os amigos merecem conhecer-me profundamente. Claro que não posso dizer que me conheço, mas, tenho feito um esforço enorme para ser sincera e frontal comigo mesma. Sou uma pessos mt sincera e frontal, não conseguindo dizer aquilo que na realidade não penso. Para mim " ser politicamente correta" é mt dificil e com o passar dos anos fui fazendo esse exercicio comigo mesma e, creio que hoje sou capaz de reconhecer os meus defeitos e minha qualidades. Não sei se ajuda o facto de ter uma filha igualizinha a mim, inclusive no curso que tirou e nas disciplinas de que mais gosta. Revejo-me nela a todo o instante. Quem sou? Não sei! Como sou? Talvez saiba. Quais os meus maiores defeitos? Creio que sei quais são Aliás se conversar com o meu marido tenho a certeza que os reconheci facilmente. As m7nhas maiores qualidades? Também as conheço. Sei que algumas não agradam aos outros, mas a mim são as que mais aprecio e as que mais gosto nos que comigo convivem. Quaus são elas? A sinceridade e frontalidade. Há pessaosa que, apesar de pedirem a nossa opinião, não a gostam de ouvir de uma maneira sincera; no fundo queriam ouvir aquulo que mais lhes agradasse, mas isso, eu não sou capaz de fazer. Amigas, aqui está um pedacinho do meu retrato. Um bo fim de semana eataté breve





    ResponderExcluir
  10. Peço desculpa, mas estou a comentar no tablet e há coisas q nele não cosigo fazer e por isso tive que continuar aqui o meu comentário, ou melhor, o fim dele. Como dvem imaginar as tecnologias
    atuais são novidade para mim, mas achei que


    deveria aprender o minimo para não ficar "
    analfabeta. Sou do tempo da máquina de escrever
    , . Do telex e do fax e das cartas enviadas pelo correio, por isso peço um pouco de complacência. Os erros também foram muitos, mas isso já é fruto da rapidez no teclado e tb dos olhinhos que não são os mesmos. Amigas, mais um pouc8 sobre mim. Já chega de conversa!!! Um bom fim d3 semana e mtos beijinhos
    Emilia

    ResponderExcluir
  11. Olá Sónia. É tão difícil analisarmos a nós mesmo.É uma tarefa árdua e dura,mas gratificante. Fiz muitos anos de terapia e ajudou -me a ver-me meus defeitos. Começo uma formação na Segunda e tive que passar por uma prova. Achei interessante 3 perguntas.1 quais as suas qualidades,2 quais os seus defeitos,3 o que você vai agregar a este grupo? A vida é um grande aprendizado constante e a maior tarefa é nos descobrirmos. Feliz final de semana, beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Uma enriquecedora troca de experiências... e saber quem somos... vai muito além do espelho... mas a nossa imagem... será um bom principio... pelo menos, dá para avaliar se estamos confortáveis com ela, se nos identificamos com ela... e como os outros nos vêem... sem dúvida, o começo de um interessante e constante processo de auto-conhecimento!...
    Beijos, para todas! Óptimo final de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  13. Que edificante dinâmica...hoje as pessoas fogem muito dos espelhos...dos olhos nos olhos...pensam em refletir-se apenas no visual...e escondem o que há de real no seu reflexo.
    abraços carinhosos meus.

    ResponderExcluir
  14. Quem sou eu? Falar de si mesmo é uma tarefa nada fácil.
    Na verdade o espelho mostra muito mais do que somos. Gostei do seu texto. Me fez pensar.

    Andei dando uma pequena pausa que acabou se alongando. Mais a saudade bateu, e de volta estou no meu blog. Tem postagem por lá!
    Um abraço e ótima semana!

    ResponderExcluir
  15. Nosso eu é um grande mistério, Sônia! Conhecemo-nos parcialmente, mas há algo em nós que sempre pode nos surpreender. Esse algo pode se revelar nos sentimentos, nas nossas atitudes, no nosso relacionamento com nosso próximo. Mas o importante é que todos somos assim, há sempre alguma coisa em alguém que pode nos fascinar ou fazer que o detestemos. Em todo o caso, ter consciência disso pode nos tornar pessoas melhores, uma vez que vamos primeiro procurar conhecer alguém como pessoa antes de julgar-la/la por uma atitude, por uma ideia, ou sentimento.

    Grande abraço, menina!

    ResponderExcluir
  16. Muito bom!
    Aprendi a fazer isso comigo mesma, me conhecendo melhor, sabendo minhas reações e anseios e assim fui me dedicando às pessoas cada vez mais e sabendo a conviver com os outros...
    Um beijo

    ResponderExcluir
  17. nao conhecia esse poema mas gostei :)

    ResponderExcluir
  18. Boa noite, querida!
    Fiz o Eneagrama e me identifiquei com sua mensagem tão instigante... gosto do auto conhecimento... tão bom pra crescimento do espírito!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  19. Achei fantástica essa dinâmica! Para muitas pessoas é extremamente difícil dizerem algo de positivo sobre si, já vi isso acontecer em exercícios do género. Mas faz parte do crescimento, não é? A verdade é essa mesma, nós somos seres em constante mutação e a ter sempre experiências diferentes, por isso o auto-conhecimento e a auto-análise deve acompanhar.
    Belo poema!
    Beijinhos e um bom fim de semana :)

    ResponderExcluir
  20. No fundo... o espelho pode ser o melhor amigo... é só olhar de verdade.
    Belo poema.
    Bom começo de junho.

    ResponderExcluir
  21. Que linda essa troca de experiências e que enriquece a cada uma!Adorei a poesia! Lindo domingo,bjs, chica

    ResponderExcluir
  22. Muito boa esta experiência , Sônia . Somos tantos em nós mesmos que o espelho é mero instrumento para reflexão . Parabéns . Beijos

    ResponderExcluir
  23. Que legal! Eu também uso essa vivência com as mulheres...que sintonia!
    Bjs

    ResponderExcluir