Quem sou eu

Minha foto
O grupo Mulheres 4 Estações,nasceu do encontro de ideias de 3 mulheres, ao perceberem em si o quanto é prazeroso e enriquecedor a troca de vivencias, já que tantas vezes nos reconhecemos no pensamento e sentimento alheio. Então veio o desejo de compartilhar essa experiencia com outras mulheres..... e assim como a natureza se reveste das estações para se revelar aos nossos olhos,nós nos revestimos do falar e ouvir, para nos revelar a nós mesmas.........

quarta-feira, 6 de maio de 2015

GANGORRA

Emoções e sentimentos são como uma gangorra, ao menos eu sinto assim.
Tem dias que me sinto triste, angústiada,questionando a vida.
Mas as vezes a fé vence,dá um empurrão,
é o momento que a gangorra permanece no alto e que dá vontade de pausar.
Hoje estou no alto, então aproveito esse momento para agradecer a benção da oração atendida.
Acordei mais leve,feliz, essa leveza foi se expandindo e estou em paz...hoje estou me sentindo dadivosa.
Quero alimentar e realimentar esse sentimento,saber curtir o que tenho no momento,saber perceber que nosso desejo pode ser realizado de várias formas,basta ser criativo.
Olhando pela janela percebo o azul do céu,as nuvens e suas nuances,o vento, a dança das árvores,os passarinhos e insetos, os sons dos vizinhos,tudo é vida.
Quando penso no brinquedo gangorra, lembro que sempre preferi a subida, tinha medo que ao descer batesse no chão e eu viesse me machucar.
Mas hoje sei que a descida e o impulsionar,fazem parte da brincadeira.
Portanto que saibamos apreciar o sabor da descida,a paisagem do momento,ver por outro ângulo e assim lembrar que em cada momento deve existir um olhar atento,que nos faça feliz.
Já que no momento a moda é colorir, reflito que precisamos realmente de cor,  mas talvez o mais importante seja antes colorirmos com o olhar.


(Andrea Giovanna)

5 comentários:

  1. Esse impulsionar, do qual depende a subida, tem sua importância no quotidiano de nossas vidas.
    Colorindo com olhar, damos um impulso forte para que os dias sejam mais suaves.

    bj amg

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto; nunca mais vou esquecer a gangorra e vou cada vez mais aprender a brincar nela. Era tudo o que precisava ler hoje! beijos e até mais!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada. É muito bom tocar os corações, bjsss, Andrea Giovanna

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga

    Se não fossem
    estes opostos,
    não entenderíamos a essência
    dos sentimentos,
    e assim,
    nos perderíamos de nós mesmos...

    ___________________________________


    Gostaria de convidá-la a visitar o meu outro blog
    www.semvoceeunaoseria.blogspot.com.br

    Nele estou publicando textos inspirados em músicas.
    Projeto de um livro para acordar sentimentos.

    Se puder, escute a música, leia o poema
    e deixe sua valiosa opinião.
    Amigos sabem ler nossas entrelinhas,
    e muitas vezes nos veem melhor do que
    realmente somos.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  5. um blog de muito bom gosto e belos textos. adorei a comparação da vida com a gangorra, e por instantes me senti no alto, depois descendo e impulsionando com força para subir :) bjs

    http://metamorfosearsemmedo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir